Hoje de manhã quando abri a janela só me apeteceu voltar para a cama.
Mas porque é que volta e meia não podemos fazer o que nos apetece?!

Hoje tinha sido oportuno uma daquelas doenças agudas, fraquinhas pois está claro, que nos obrigam a ficar em casa sem peso na consciência. 
Pensei nisto e não me crucifiquem pois também tenho os meus momentos de fraqueza. 

A verdade é que sabe bem uns dias de inverno, confesso que no verão até chego a sentir saudades da lareira, da roupa de lã quentinha, dos cachecóis (ando numa de cachecóis, tudo enrolado ao pescoço para não entrar réstia de ar),  das botas e daquela rouparia toda.
Mas o verão este ano foi fraco, fraquinho que só ele, nem me permiti sentir este tipo de saudade, mais sabia eu que logo me arrependeria quando os dias de inverno chegassem para ficar.
E hoje foi um desses dias, mas lá meti um céu azul na cabeça e um sol radiante e sai de casa. 
A muito custo, mas sai. 

Enviar um comentário

Copyright © About Me.The Blog
Design by Fearne