Mas há alguém neste país à beira mar plantado, que acredite que José Sócrates viveu em Paris à grande e literalmente à francesa, com o dinheiro de um empréstimo que contraiu à caixa geral de depósitos?!

Como é que num país mergulhado numa crise em que de dia para dia as pessoas perdem poder de compra, fazem uma ginástica digna de se lhe tirar o chapéu para pagar as suas contas e cumprir as sua obrigações, sofrem cortes atrás de cortes me vêem dizer que a suspeita de um crime de fraude fiscal qualificada, corrupção e branqueamento de capitais não é gravoso o suficiente para a aplicação da medida máxima de coação?! 


E que esta medida não deveria ser aplicada a um ex-primeiro ministro que se suspeita ter lesado o estado em milhões de euros?!
Acho revoltante e digo mais.
 Na minha opinião e isto é apenas a minha opinião, se um primeiro ministro que é eleito democraticamente  pelo povo, ocupando uma posição privilegiada pratica este tipo de acção não se deve olhar à posição por si ocupada de forma a diminuir a responsabilidade ou culpabilidade mas sim, de forma a reforçá-la uma vez que poderá ter enganado o país e o povo que o elegeu. 

Os políticos têm de começar a ser responsabilizados pelos seus atos e pela forma como governam o pais. 
Eu sou responsabilizada pela minha prática diária no que à minha profissão diz respeito e portanto a ideia de que o que aconteceu no governo de A ou B fica lá atrás tem de terminar. 
As pessoas têm de ser chamadas às suas responsabilidades e não sacudir a chuva do capote. 


Enviar um comentário

Copyright © About Me.The Blog
Design by Fearne